Concurso de VHF – 2m – 9 de março – somente 2hs

No dia 9 de março de 2013 será realizada a 5ª edição do Concurso Argentino de VHF Señales Distintivas.
Serão somente 2hs de conteste então vale a pena entrar até mesmo para testar a performance da estação nos 2m.
Os modos são independentes mas nada impede que se participe dos dois, categoria única: Single Operador, mesmo se operado Multioperador. Modo no N1MM é o CQ WW WPX

1)  sábado 9 de março de 2013

De

20:00 a 21:00 hs. PT2 (23:00 a 00:00 UTC) modo FM.

De

21:00 a 22:00 hs. PT2 (00:00 a 01:00 UTC) modo USB.

2) Frequências: Qualquer frequência destinada a FM simples e USB não sendo validos contatos via repetidora ou outros modos indiretos de comunicação, somente ponto a ponto – sugiro no Brasil de 144.220Mhz a 144.250Mhz em USB e de 144.300 a 144.400Mhz em FM

3) Participantes: Radioamadores Argentinos e Estrangeiros

4) Objetivo

: comunicar-se com o maior numero de estações e multiplicadores possíveis.

5) Reportagem: reportar RS (59) e o número do QSO. Ex 59 001, 59 002 etc. A numeração começa sempre em 001 em ambos os modos.

6) Pontuação: Soma dos contatos + Multiplicadores

7) Multiplicadores:

a)

prefixo (letras e número) e a primeira letra do sufixo do Indicativo. (CX4E,LU7D, LU8F, PY2A, PY5K, PU5X, PY3F, Prefixos especiais, etc.) O que vale para diferenciar são os dígitos diferentes e somente com distância maior que 100 km calculado por Grid Locator somente valerá um prefixo para multiplicador, Ex. Se fizer 2 ou mais contatos com o mesmo inicial de prefixo, tipo PY1XXX fecha com PY2YYY fecha depois com PY2ZZZ só vai valer um multiplicador, se fechar com PP5XXX mais um multiplicador e assim para todos os prefixos diferentes acima dos 100Km.

8) LOG: enviar em Formato cabrillo para o email: gdxnorte@yahoo.com.ar até no máximo 30 dias do fechamento do concurso – 08/04/2013

DADOS EXIGIDOS NO LOG:

a)

Nome completo; b) Prefixo; c) Classe d) Endereço

(QTH)  de onde foi efetuado os contatos Grid locator;

e) Estações contactadas;

f) Horario dos comunicados em UTC

h) modo; i) RS passado e recebido, k) Telefone e email

9) Programas propostos

a)

Cabrillo Criollo (ver www.cabrillocriollo.com.ar )

b

) N1MM (configurado como CQ WW WPX)

c)

CT (ídem N1MM)

d)

Excell (sera aceito, mas preferencialmente os programas acima citados)

e)

Qualquer programa que permita gerar planilha em Cabrillo.

10) Requisitos para validação dos contatos:

a) Deverão coincidir o número serie do contato e prefixos passados e recebidos

.

b)

Deverão coincidir os horarios com uma diferença não maior que 3 (tres) minutos.

(não poderá ser passado o horário durante o fechamento do contato).

c)

Os contatos poderão ser duplicados somente em modos diferentes, contatos duplicados no mesmo modo serão desconsiderados do Log.

12) Certificados e Reconhecimento:

certificado para os dez primeiros colocados

menção especial a melhor soma de pontos individual em ambos os modos.

Duvidas: gdxnorte@yahoo.com.ar

Regulamento original em anexo, posso ter me confundido em algo na parte dos multiplicadores, se alguém entender melhor por favor avise.

Obrigado

Billy – PY2LCD – CDR Group

Entendendo como Cofasar duas antenas

Pesquisando na internet sobre antenas, me deparei com este material do py1ur sobre como funciona e como fazer cofasagem de antenas.
Não aguentei e tive que copiar para meu blog, pois é nesta explicação que fiz a cofasagem das minhas duas quadras cúbicas de VHF de 6 elementos (na teoria e no conhecimento de alguns amigos).
Conteúdo de primeiro nível, muito bem explicado e com certeza muitos amigos já me perguntaram como fazer. A teoria foi feita perfeitamente, agora está aqui o conteúdo da matéria bom proveito, 73.

Rubens Zolotujin – PU2LRZ

COFASANDO

Ouvi dizer no rádio e li em uma lista de discussão que, para se empilhar 2 yagis, basta interligá-las com cabo coaxial de 75Ω, cortados com múltiplos ímpares de 1/4 λ, a um único cabo de descida com 50Ω de impedância. Até aí, tudo bem! Mas aí veio a explicação: “se cada antena tem 50Ω, as duas em paralelo terão 25Ω que, subtraídos dos 75Ω do cabo coaxial, resultam em 50Ω”. Simples assim! Mas tá errado, não há lógica, porque subtrair? Ouviram o galo cantar, mas não sabem onde! É certo que, se você seguir a receita acima, vai funcionar, você vai ficar feliz, vai fazer alguns DX, mas nunca tente explicar dessa forma, não repasse essa asneira adiante. Podem acreditar e a mentira vai virar verdade!

Então como é que funciona? Um pedaço de cabo coaxial, cortado com 1/4 λ, funciona como um transformador de impedância, ou seja, não reflete em um extremo a impedância que está ligada ao outro. Na verdade, a impedância do cabo é tal que seu valor é a média geométrica das impedâncias em seus extremos. Se o cabo é cortado com 1/2 λ, o que se coloca em um extremo aparece no outro, não se considerando as perdas, ou seja, a impedância colocada em um lado aparece no outro. Finalmente, quando se soma 1/4 λ com 1/2 λ, obtem-se 3/4 λ com as mesmas características “casadoiras de impedância” de 1/4 λ . O mesmo acontece para 5/4 λ , 7/4 λ ou qualquer múltiplo ímpar de 1/4 λ.

Não se deve esquecer que a RF caminha mais lentamente no cabo coaxial do que no espaço livre ou no vácuo. Cada cabo tem o seu fator de velocidade específico. Via de regra, os cabos com dielétrico sólido tem um fator de velocidade de 0,66 ou 66%. Nos cabos com dielétrico expandido mais utilizados, o fator de velocidade fica entre 0,80 e 0,85 ou 80% e 85%, respectivamente. Hoje em dia, os cabos com dielétrico expandido, denominados celulares, são mais baratos do que os que têm dielétrico sólido. Ah, sim! Dielétrico é o isolante que fica entre a malha e o condutor central. O dielétrico é expandido quando se misturam pequenas bolhas de ar ao material, ficando como uma espuma mais ou menos rígida.

Até aí, ainda não cheguei a justificar a escrachada que dei no maraca que falou aquelas besteiras. Veja a figura abaixo e os comentários a seguir.

O pulo do gato é o seguinte:

  • As antenas são idênticas, estão bem calibradinhas e a impedância delas é de 50Ω.
  • O comprimento L1 dos cabos de interligação das antenas é 3/4 ou 5/4 λ, no espaço livre, multiplicado pelo fator de velocidade do cabo. Para 144,3 MHz, têm-se: L1 = 3/4 X (300/144,3) X 0,83 = 1,29m, onde300/144,3 = λ 0,83 é o fator de velocidade do cabo RGC-11(75Ω com dielétrico expandido).
  • Se, de um lado desse cabo, temos uma antena com impedância de 50Ω, no outro lado teremos uma impedância refletida de 112,5Ω, basta fazer o cálculo na formulazinha da figura (Zcoax = √ Zent . Zant ou Zent = Zcoax²/Zant).
  • Ideal seria se o resultado fosse 100Ω, para que, quando associado em paralelo com o outro ramo, resultasse em 50Ω. Mas não é, então teremos que engulir essa aproximação, ou mandar fabricar um cabo coaxial com impedância característica de 70,7Ω (faça as continhas e verifique)! Melhor deixar com está e prosseguir.
  • Como já havia dito, esses dois extremos opostos às antenas apresentam, cada um, uma impedância refletida de 100Ω, que, associadas em paralelo pelo “T” coaxial, resultam em 50Ω (na verdade, 56Ω mais umas merrequinhas). Era o que queríamos!
  • Na saída do “T” já temos os 50Ω que necessitávamos. Neste caso, o comprimento L2 do cabo de descida pode ser qualquer um, mas eu recomendo que seja mútiplo de 1/2λ. Porque? Porque este comprimento reflete em um extremo o que acontece no outro. Ou você vai querer que, depois de todo esse trabalhão, a leitura da ROE seja falseada por uma besteirinha qualquer. Melhor prevenir e ficar sabendo, do lado de baixo, o que está acontecendo lá em cima.

Para terminar, quero acrescentar:

PU2LRZ – Seja bem vindo

http://www.mlm.landelldemoura.qsl.br/

ROBERTO LANDELL DE MOURA É O PAI DAS TELECOMUNICAÇÕES

Neste meu blog quero deixar informações úteis sobre radioamadorismo aqui do Brasil e do mundo, sei que tem vários sites de amigos com muita informação e com muito esforço tem mantido.
Caso esteja na região sintonize 146.480  ST 91.5.

Então seja bem vindo e espero que encontre o que esteja procurando, caso precise falar comigo escreva para: pu2lrz@hotmail.com ou via twitter @rhz_ skype: zolotujin

73,

PU2LRZ – Grid Location: GG67JJ