Usando Remotehams com Yaesu 817nd

WP_20150613_001

Apresentando o uso do Remotehams com Yaesu 817nd com antena 10/40 da DIEX, como teste e uso pessoal ou compartilhado podendo dar permissão por frequencia e muito mais.

 

PU2LRZ
* tks ao py1fr por apresentar este recurso sem custo.

Um pouco mais DMR por PY4ZBZ

Mais um estudo publicado no artigo do PY4ZBZ

DMR é um padrão europeu de radio móvel digital, usado por exemplo em equipamentos MOTOTRBO da Motorola.

A modulação é em 4FSK, 2 bits por símbolo a 9,6 kbps, ocupa uma banda de 12,5 kHz, TDMA com 2 slots, equivalente a dois canais de 6,25 kHz, e usa o AMBE+2 vocoder.

slots

Confirma muito mais em http://www.qsl.net/py4zbz/dmr/dmr.htm

Tutorial do DSD

Introduction to DMR

Understanding and testing of DMR standard

DMR-MARC Worldwide Network 

Usuários DMR registrados no Brasil

73 PY4ZBZ

Rubens Zolotujin
PU2LRZ

 

DMR e D-Star duas tecnologias e seus caminhos

dmr_dstar

Em pesquisa na internet sobre DMR e D-Star consultando opiniões de matérias de outras pessoas, estou começando a fazer um levantamento de idéias e comparativos úteis de cada sistema.
A ideia não é somente fazer uma comparação mais detalhada entre as tecnologias digitais, não apenas D-Star versus DMR, mas também olhar para tudo o que está saindo Yaesu, APCO25 e Nexedege/NXDN.
Então escrevi no grupo do Yahoo perguntado sobre DMR e Mototurbo, através de sites de referência de rádio, se existe link para ouvir redes DMR, Repetidoras assim por diante.
Uma das primeiras perguntas “você pode construir seu próprio DMR/Mototurbo?, é prático, é fácil?
A resposta foi basicamente “não”, isto não é prático, e como posso conseguir um repetidor “basta juntar alguns amigos, para dividir os custos”, além disso não é prático.

Agora com DStar você pode construir um repetidor sozinho muito facilmente. Você precisa de dois transceptores com portas pacotes capaz de suportar o pacote de 9600 baud, uma placa de hotspot e um computador.
A construção de um repetidor caseiro considerando a uma repetidora proprietária é bem mais em conta para usar o D-Star.

O que precisamos neste exemplo: dois rádios Alinco 279 dólares cada, uma Moencomm GMSK adaptador (placa de hotspot) de US $120 e um computador, neste caso um Raspberry PI com adaptador de Ethernet (US $35 para o RPi).
Custo total de repetidor D-Star em torno de $743 usando todos os novos equipamentos, exceto o duplexadores e antena que o clube já tenha de um repetidor de UHF FM.

DMR para um repetidor novo é mais caro, já que não há um monte de repetidores usados, em torno de $3.000.

A outra questão que eu vejo como um problema com DMR cada rádio tem um ID que tem que ser registrado e é amarrado com o indicativo do usuário.
Isto parece ser um verdadeiro problema com o compartilhamento de equipamentos e indicativo de roteamento, o que não é um problema com D-Star.

Também em DMR e programação é muito complexa. Principalmente porque DMR foi feito para o mercado comercial.
Há coisas que precisam ser programadas como “grupos de chamada” isto não existe no radioamador.
Se li corretamente, desde que todos os repetidores em uma rede são amarrados juntos, para que todas as transmissões saiam ao longo de toda a rede DMR.
Parece ser impossível para um operador de radioamador conectar e desconectar o repetidor na rede ou escolher outra rede. Neste caso é facilmente feito em D-Star em que você pode com simples comando DTMF mudar de Reflector ou DCS.

Então o que realmente vem para baixo. O DMR foi projetado para o uso comercialmente.
D-Star foi projetado para radioamador. Um se encaixa melhor do que o outro.
Ambos são protocolos abertos, exceto para o Codec que, em ambos os casos, é proprietária. Ambos igualmente bons.

D-Star tem mais de 1.000 repetidores de todo o mundo. DMR inferior a 100. D-Star tem milhares de usuários no mundo inteiro, enquanto DMR tem cerca de 300.

Rádios de geração atual de D-Star podem ser usados sem qualquer programação exceto para entrar necessita o indicativo do usuário. DMR tem que ser programado.

Claramente, D-Star é muito à frente. A questão entre muitos é será que vai ficar lá.
Usuários D-Star dizem sim e usuários DMR dizem não. É a versão século XXI do argumento todo código/sem código novamente.

Fonte: http://wb8nut.com/blog/files/March_13_2013.html

Vamos aguardar os próximos capítulos desta saga, e continuo pesquisando, e amigo tire as suas conclusões, o futuro está agora uso da tecnologia + radioamadorismo, seja forte pesquise, consulte e vamos em frente.

Rubens Zolotujin
PU2LRZ

* participe com seus comentário e sugestões pode escrever para pu2lrz@hotmail.com ou twiter rhz_